Opinião: Trajes Fatais e seu crowdfunding não estão na mídia - e isso é um problema

Opinião: Trajes Fatais e seu crowdfunding não estão na mídia - e isso é um problema Foto: Reprodução/YouTube

No dia 23 de fevereiro, os editores Kao Tokio e Pedro Zambarda entrevistaram Jonathan Ferreira, que está trabalhando com o Onanim Studio na campanha de crowdfunding do jogo Trajes Fatais. A conversa ficou registrada no 39º programa Drops Debate.

Trajes é um jogo retrô, com toques de jogos de luta produzidos pela SNK, que ganhou como melhor título da SBGames 2015 e como melhor indie da Brasil Game Show (BGS) 2016. No desenvolvimento, o game entrou em campanha de financiamento coletivo no Kickante durante o ano passado e só atingiu 4% da meta.

Você pode ajudar este projeto. A campanha de crowdfunding deles acaba no dia 31 de março e você pode ajudar com apenas R$ 10. Pode tirar este game do papel.

Na conversa com o Drops de Jogos, Jonathan foi franco. "Jornalistas deveriam dedicar pelo menos 1% dos seu tempo, considerando que cobrem o setor, para divulgar melhor as iniciativas nacionais". Ele disse isso respondendo a perguntas minhas e confirmando uma suspeita que eu, como repórter, tenho.

Recebo inúmeras sugestões de pauta todos os dias e sinto que nem o Drops e nem o Geração Gamer conseguem corresponder porque não tenho braço para tal. Achei que com mais concorrência entre os sites de jogos a situação fosse melhorar.

A crise econômica veio e muitos projetos de games não saem do chão.

E isso se dá, em parte, por culpa de uma mídia que prioriza jogos triplo A e grandes produções. Uma mídia que, sim, prioriza cliques e audiência. E uma mídia que luta arduamente para pagar suas próprias contas.

Mas ela não deveria ter como foco apenas os números e sim a percepção e o feedback do público direto. Quando um desenvolvedor como Jonathan reclama, é o momento que devemos escutar e tentar mudar comportamentos.

Não acho que o Drops de Jogos está indo numa direção errada ao abordar diferentes estilos de games. Acho justo diversificar nossa área de atuação. Mas o meu DNA e o do Kao Tokio, que vieram do Geração Gamer e do Play'n'Biz, é ter uma atenção especial à cena brasileira de jogos. É apoiar, fomentar e dar o devido destaque para uma indústria de games em surgimento.

Portanto, se Trajes Fatais e seu crowdfunding não estão na mídia, isso é um problema nosso. E é um problema que vamos solucionar em conjunto.

Se falta divulgação, nos procure, reclame, manifeste-se.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.
Clique aqui e assine nosso canal no YouTube

Pedro Zambarda

É jornalista, escritor e comunicador. Formado em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e em Filosofia pela FFLCH-USP. É editor-chefe do Drops de Jogos e editor do projeto Geração Gamer. Escreve sobre games, tecnologia, política, negócios, economia e sociedade. Email: dropsdejogos@gmail.com ou pedrozambarda@gmail.com.

Website.: www.geracaogamer.com

Assine nossa Newsletter

Nome:
Email:

Log in

Cadastre-se