Primeiras impressões de Super Mario Odyssey na E3 2017

Primeiras impressões de Super Mario Odyssey na E3 2017 Foto: Divulgação

Por Pedro Zambarda, editor-chefe do Drops de Jogos, com reportagem em Los Angeles (EUA)

Eleito como melhor game da E3 2017 pelo IGN internacional e pelo UOL Jogos, Super Mario Odyssey roubou as atenções sem trazer muito mistério. O que ele é, basicamente? Um Super Mario 64 (1996) com toneladas de inovações, assim como foi Galaxy em 2007. A demo da E3 do novo Mario trouxe um cenário desértico meio mexicano (bem propício ao clima em Los Angeles) e outro no meio de uma metrópole.

Jogamos 20 minutos e damos aqui as primeiras impressões.

Pule, jogue o chapéu e interaja com o cenário

Não há caminho certo ou errado. Há, sim, diferentes puzzles. Precisa acertar algo à distância? Atire o chapéu com um comando. Os demais trazem pulos, saltos duplos e quedas com peso típicas do nosso encanador italiano favorito.

É possível conversar com os personagens no cenário para descobrir mais sobre a história. No cenário da cidade, eu não demorei muito a encontrar uma personagem chamada Pauline - referência clara ao primeiro Donkey Kong (1981). Tudo é interativo para o personagens, enquanto a grama e as paisagens são grandiosas. Os taxis amarelos são ótimos trampolins para saltos, por exemplo.

Modo co-op novo

Sabe o chapéu vermelhinho do encanador com olhos? O nome dele é Cappy. Numa Treehouse dentro da E3, evento de gameplays, foi revelado que é possível controlá-lo junto com o herói.

Nada mal para quem estava acostumado a jogar Super Mario sozinho, não é mesmo?

Mudanças no personagem

Mario não aparece apenas na roupa tradicional vermelha e azul. Veste-se como explorador da selva. Utiliza cartola branca. Também é possível invadir inimigos para contrá-los. Ele se adequa ao cenário que interaje em busca de moedas, prêmios e solução de puzzles.

Não é por acaso que Odyssey está sendo chamado como o melhor jogo da E3 neste ano. Chama atenção por sua simplicidade e interação fácil no Switch. Assim como mergulhamos no mundo de Link em Breath of the Wild, é provável que o nosso herói nos chame nesta jornada contra Bowser.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.
Clique aqui e assine nosso canal no YouTube

Pedro Zambarda

É jornalista, escritor e comunicador. Formado em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e em Filosofia pela FFLCH-USP. É editor-chefe do Drops de Jogos e editor do projeto Geração Gamer. Escreve sobre games, tecnologia, política, negócios, economia e sociedade. Email: dropsdejogos@gmail.com ou pedrozambarda@dropsdejogos.com.br.

Website.: www.geracaogamer.com

Assine nossa Newsletter

Nome:
Email:

Log in

Cadastre-se